Meu nome é idiotice, meu sobrenome é desastre e meu apelido é malicia. Ela fala “tipo” e “mano” a cada duas palavras, xinga qualquer um. Parece forte, mas é só uma frágil garotinha. Tão mulher, tão menina, tão doce, tão grossa. Tão rebelde, tão serena, tão romântica, tão estressada, tão preguiçosa. Te lembra alguém? Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto. Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente. Na maioria das vezes, o que eu penso é bem diferente do que eu faço... Eu sou instável. Sou chata quase sempre, tenho bom humor apenas com quem entende minhas piadas. Acordo cedo, mas não tenho disciplina. Sou educada com uns, mas não se engane. Geralmente penso antes de falar, e às vezes falo o que não devia mesmo assim.




(Source: h-a-u-n-t-y-o-u-beta, via oxigenio-dapalavra)






(via esplosione)






(via phfok)





“Quando desliguei o telefone pra lá das 04:00 horas da manhã, eu disse que sonharia com você, apenas pela certeza de que sua imagem linda, clara, fascinante, jamais sairia da minha cabeça… Ao me deitar eu estava pensando em ti, eu não sei se é sonho, eu não sei mesmo o que acontece, mas eu te sinto sempre, até enquanto durmo, sinto seu toque, sua voz, seu sorriso. Sinto e vejo tudo, meu misto de sonho e realidade, por que demorou tanto pra chegar? Eu guardei um sonho bom pra ti, essa noite toda, foi perfeita, eu estive com você, da forma mais incrível, toquei seu coração, te dei o meu, e recebi o seu. Ao amanhecer sua imagem continuava nítida em minha mente, meio sonolenta acabei despertando pelo vibrar do celular, e era você. E tem sido você, e vai continuar sendo você. Por tanto tempo eu quis, e então você chegou.”
Caio Fernando Abreu.    (via proteger)

(Source: romantizar, via phfok)




“Não me façam feliz. Por favor, não me saciem nem me deixem pensar que alguma coisa boa pode sair disso. Olhem para meus machucados. Olhem para este arranhão. Estão vendo esse arranhão dentro de mim? Estão vendo ele crescer bem diante dos seus olhos, me corroendo? Não quero ter a esperança de mais nada.”
A Menina Que Roubava Livros.    (via proteger)

(Source: procenio, via phfok)




“Olhos fechados pra te encontrar. Não estou ao seu lado, mas posso sonhar. Aonde quer que eu vá, levo você no olhar. Não sei bem certo se é só ilusão, se é você já perto, se é intuição. E aonde quer que eu vá, levo você no olhar. Longe daqui, longe de tudo. Meus sonhos vão te buscar. Volta pra mim! Vem pro meu mundo! Eu sempre vou te esperar..”
Os Paralamas do Sucesso  (via proteger)

(Source: c-a-n-a-r-i-o, via phfok)





(via lenferreira)






(via coordenado)






(via enflorescer)






(via oxigenio-dapalavra)





“É estranho olhar para quem se mais amou, e não sentir mais nada. Definitivamente nada, além de pouco por ter deixado de sentir tanto. Você olha aqueles olhos que para você era a porta do seu segundo mundo, e não vê mais nada além das suas cores. Ouve o som da risada que por muito tempo foi sua canção preferida, e não escuta nada além de pequenas gargalhadas. É como se faltasse algo dentro de você, por mais que seja inútil, te falta. Nem que seja um pouco de saudade, mágoa, tristeza, dor, mas lhe falta. Mas ao mesmo tempo que estar sem,te deixa vazio, você não quer aquilo de volta para te preencher novamente. Não que não seja importante, mas é que você sabe o quanto doeu a presença dele ali.
É estranho você um dia ter tido a coragem de dar a vida por alguém, e hoje olhar para esse alguém e perceber que vive muito melhor sem ele. É igual aqueles desenhos que você adorava quando era criança, e que agora são tão enjoativos, sem graça e sem sentido. Já se sentiu preso o bastante para não querer se soltar? Como se quisesse esquecer, mas ao mesmo tempo ter medo de deixar para trás? Ou então sofrer, mas não querer deixar de sentir aquela dor…
Antes de dormir, todos os dias você pede para que passe logo, mas quando passa, pede para que volte. E se por acaso existisse um botão que te fizesse esquecer todas as coisas ruins que você já passou, você o apertaria? Suponho que não, pois quem te fez chorar hoje, ontem despertou o seu mais lindo sorriso. É sempre assim. Faz parte. E a gente ama, ama, sofre, ama, tem esperança, sofre, sofre, chora, ama mais, sofre, até ter dó de si mesmo. Mas no final a gente acaba amando novamente, é inevitável. Você acaba criando um espécie de barreira. Se fecha e ninguém mais te reconhece, quando você pensa que já está “protegido” o suficiente, tudo se perde novamente. Dizia alguns amigos meus “do amor pode se esperar de tudo” eu esperei, esperei, e adivinha? Ainda estou esperando. O passado ainda tem lá seus momentos bons, entre um dia e outro aparece uma nostalgia. Mas deixar de sentir algo, é a mesma coisa que tentar voar sem uma asa. E quando você aprende a voar sem as duas, é como se nunca tivesse tido nenhuma delas. Isso é totalmente irônico, mas tem suas vantagens.
Não se culpe por sentir, ou querer parar de sentir, muito menos se deixou de sentir. Foi como eu tinha dito, é quando seu coração distraí que o amor vem, ou se vai. Não faça das suas lembranças algo para se esquecido, faça de lá um lugar seguro, que te faça pensar duas vezes antes de querer vive-las novamente.”

Proteger, Quase-heroina.  (via antigo-rockeiro)

(Source: Proteger, via fuckmarcio)





(via warofthebrokenheart)






(Source: interruptedyouth, via esplosione)






(via esplosione)






(via esplosione)





Página 10 de 111
« 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 »

Contador de VISITAS
| Theme: Mein Parfum